Sorriso registra 54,2 milímetros de precipitação e chuvas seguem expressivas no Centro Oeste e Sudeste do país; Sul tem trégua

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS / Policia

Sorriso registra 54,2 milímetros de precipitação e chuvas seguem expressivas no Centro Oeste e Sudeste do país; Sul tem trégua

NOTICIAS AGRÍCOLAS   

29 de Novembro de 2019 as 09:12

INTERNET

As chuvas devem continuar expressivas nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Norte do Brasil. As chuvas acontecem devido a massa de ar seco e umidade do ar, que favorecem as condições de umidade. Já a região sul do país deve ter uma trégua nas chuvas volumosas, pelo menos, nos próximos 4 dias. As previsões indicam que as áreas continuarão estáveis nos três estados até o dia 1º de Dezembro. Segundo o modelo Cosmo, deve voltar a chover na região no início do mês, mas ainda com volumes baixos. 

Segundo dados coletados nas estações meteorológicas do Instituto Nacional de Meteoroligia (Inmet), volumes expressivos já foram registrados nas últimas 12 horas. "Em toda essa área nós temos bastante nebolusidade, já com chuvas fortes em algumas localidades entre a madrugada e manhã, no Mato Grosso, em Goiás e as chuvas já começam a chegar no Distrito Federal também", afirma Olívio Bahia, meteorologista do Inmet. 

Em Sorriso/MT foram registrados 54,2 milímetros de precipitação, no município de Cotriguaçu/MT os acumulados registraram 68,8 mm. Além dos dados do Inmet, produtores rurais de Sinop/MT registraram volumes de até 140 mm nas lavouras. 

O modelo Cosmo do Inmet indica que as chuvas continuarão elevada nas próximas 24 horas nas três regiões. No estado do Mato Grosso, deve chover em todas as regiões nesta quinta-feira (28), com volumes entre 20 e 40 milímetros em todo o estado. No Goiás, as chuvas também devem atingir todas as áreas, com volumes mais expressivos no norte do estado. São esperadas precipitações de até 30 milímetros. 

Os volumes tendem a continuar significativos no Mato Grosso do Sul, onde além do calor intenso também foi atingido pela passagem da frente fria que atuava no no sul do país e avançou para a região. Para o Mato Grosso do Sul podem ser registradas chuvas de até 60 milímetros em alguns pontos do estado.

As chuvas também avançam e atingem o estado do Tocantins com volumes expressivos. Deve chover em todo o estado, mas a tendência é que as chuvas fiquem mais volumosas nas áreas sul, centro, leste e oeste, entre 30 e 50 mm, podendo registrar acumulados de até 60 milímetros em alguns pontos. 

Nos demais estados que compõem o Matopiba, as chuvas cotinuam acontecendo com irregularidade. Segundo Olívio, os mapas não indicam volumes significativos e pode chover de maneira pontual nas áreas de produção agrícola. "Ainda não acontecem aquelas chuvas que os produtores querem, que chove o dia todo, mas pode sim acontecer chuvas pontuais em todas as regiões", afirma.

Região Sudeste 

Na região sudeste do país os volumes mais expressivos devem atingir o sul de Minas Gerais. O modelo Cosmo do Inmet indica que chove em todo o estado, com exceção da região norte, onde uma massa de ar seco continua predominante. 

No sul do estado, as chuvas ainda estão abaixo da média esperada e produtores de café precisam de chuvas volumosas para dar continuidade no desenvolvimento da safra 2019/20. Os dados indicam que as precipitações devem ficar entre 20 e 30 milímetros. 

As condições de chuvas também persistem em São Paulo, onde chove de maneira expressiva desde quarta-feira (27). São esperadas chuvas em todo o estado, com precipitações de até 30 milímetros.

Últimas 24 horas 

Nas últimas 24 horas os volumes mais expressivos de chuvas foram registrados na região sul do Brasil e na região leste do Nordeste. 

Confirmando as previsões, a passagem de uma frente fria resultou em volumes expressivos para os estados que compõem o sul do país. No Rio Grande do Sul choveu em quase todo o estado com volumes entre 20 e 30 milímetros. Na região norte, na divisa com Santa Catarina, foram registrados volumes de até 40 mm em alguns pontos.

Em Santa Catarina também choveu em todo o estado, com volumes entre 30e 50 milímetros em pontos das regiões oeste, norte e sul do estado. No leste as chuvas ficaram entre 15 e 20 mm de precipitação. 

Já no Paraná as chuvas mais significativas foram registradas na região, com volumes de até 80 mm na divisa com Santa Catarina. Nos outros pontos os acumulados registraram volumes entre 30 e 40 milímetros. A região norte ficou com os volumes mais baixos, entre 25 e 30 mm. 

Chuvas expressivas foram registradas no leste da Bahia nas últimas 24 horas. Os acumulados chegaram a 50 milímetros em alguns pontos. Na região oeste, também choveu e os volumes ficaram entre 20 e 30 mm de precipitação. 

Também foram registrados volumes no leste do Tocantins com até 30 mm de precipitação. No Goiás, as chuvas mais significativa também atingirama  região leste do estado, com precipitações entre 20 e 30 mm.

No Mato Grosso foram registrados volumes expressivos no centro do estado, entre 25 e 40 milímetros. Segundo o Inmet, choveu nas demais áreas do estado, porém em volumes mais baixos. 

No Mato Grosso Sul os volumes foram registrados no extremo sul do estado e área leste, com precipitações entre 15 e 25 milímetros. 

Em São Paulo, região onde eram previstas chuvas expressivas, os maiores volumes foram registrados nas regiões sul e central do estado, com precipitações de até 30 mm.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados