Usinas de Sorriso, Canoas (RS), Palmeiras de Goiás (GO) e as de São Simão (GO) se preparam para aderir ao RenovaBio

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS

Usinas de Sorriso, Canoas (RS), Palmeiras de Goiás (GO) e as de São Simão (GO) se preparam para aderir ao RenovaBio

www.biodieselbr.com   

22 de Fevereiro de 2021 as 20:26

INTERNET

Mais quatro usinas de biodiesel estão se preparando para entrar no mercado descarbonização do RenovaBio. Entre esta última sexta-feira (19) e hoje (22) foram abertos os processos de consulta pública para a certificação das usinas de Canoas (RS) da Bianchini, de Palmeiras de Goiás (GO) da Minerva e as de São Simão (GO) e Sorriso (MT), ambas pertencentes ao Grupo Caramuru. No total, elas poderão colocar perto de 511,7 mil Créditos de Descarbonização (CBios) por ano no mercado.

Das quatro, a de maior peso será a Bianchini – mesmo sem ter os números mais favoráveis. O relatório que acompanha o processo de consulta mostra que a empresa de origem gaúcha pertence certificar cerca de um quarto de sua capacidade produtiva – 27,5% – e terá Nota de Eficiência Energético-Ambiental (NEEA) de 45,5 gCO2eq/MJ.

O valor da NEEA é uma representação de quanto gás carbônico um megajoule (MJ) de energia gerada na queima de um biocombustível emite menos quando comparado com um MJ gerado pela queima do combustível fóssil que ele vier a substituir. O RenovaBio define que a intensidade de carbono do diesel de petróleo é de 86,5 gCO2eq/MJ. Dessa forma, o biodiesel da Bianchini teria intensidade de carbono de 40 gCO2eq/MJ.



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados