MT: TJ mantém ação contra Coopervale, que faturou R$ 102 mi, em licitações direcionadas em prefeituras

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS

MT: TJ mantém ação contra Coopervale, que faturou R$ 102 mi, em licitações direcionadas em prefeituras

Folha MAX   

13 de Setembro de 2021 as 21:02

Internet

A Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça (TJMT) negou o trancamento da ação penal que apura supostas irregularidades em contratos da Cooperativa de Trabalho Vale do Rio Teles Pires (Coopervale), com prefeituras de cidades de Mato Grosso. A organização é suspeita de se beneficiar de licitações direcionadas dos órgãos públicos. Só no Estado, a cooperativa teria fechado negócios da ordem de R$ 102,5 milhões.

Os magistrados seguiram por unanimidade o voto do desembargador Rondon Bassil Dower Filho, relator de um habeas corpus criminal ingressado pelo

representante da Coopervale, José Roberto Vieira. O acórdão (decisão do colégio da Terceira Câmara) foi publicado nesta segunda-feira (13).

Na avaliação do desembargador Rondon Bassil Dower Filho, a Sétima Vara Criminal possui competência para julgar as supostas irregularidades, argumento utilizado por José Roberto Vieira para trancar a ação penal (incompetência do juízo processante).

“A decisão que determina o envio do Procedimento Investigativo Criminal, com tramitação originária no TJMT, para o juízo de 1º grau, diante da inexistência de confirmação do envolvimento de pessoa com foro privilegiado, não firma a competência de qualquer Vara Criminal, o fazendo apenas em relação ao grau de jurisdição do juízo (no caso, de 1º grau)”, explicou o desembargador.

Para Rondon Bassil Dower Filho, “ao declinar de sua competência em favor da 7ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá-MT, especializada para apurar, processar e julgar, feitos envolvendo, entre outros, o delito de organização criminosa, o Juízo da 3ª Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis-MT não desobedeceu à determinação já fixada por órgão judicial hierarquicamente superior”.

Com o acórdão, os autos, que encontram-se sob sigilo, continuam tramitando no TJMT.

ESFORÇO COMUM

O Gaeco deflagrou no dia 20 de maio de 2021 a operação “Esforço Comum”, que apura supostas irregularidades em contratos da Coopervale – uma terceirizadora de serviços.

Segundo informações preliminares, 36 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Cuiabá, Rondonópolis, Santa Rita do Trivelato, Sorriso e Pedra Preta. As diligências foram ainda realizadas em Japorã (MS) e Guaíra (PR), onde a Coopervale também atua.

As investigações suspeitam da ocorrência de licitações direcionadas para beneficiar a Coopervale. Só na prefeitura de Rondonópolis, a organização já faturou R$ 67 milhões. Em Sorriso (420 KM da Capital), a cooperativa fechou contratos da ordem de R$ 35,6 milhões.

INSCREVA-SE NO YOUTEBE DO JKNOTICIAS.COM

https://www.youtube.com/channel/UCzooRbRiJPcHuTcCwgUvxhw

SIGA O JKNOTICIAS NO INSTAGRAM

https://www.instagram.com/jknoticias/

 

LINKS JKNOTICIAS.COM. SE COLOCAR QUALQUER TIPO DE PROPAGANDA OU POSTAGEM OFENSIVA VAI SER DELETADO

GRUPO 01: https://chat.whatsapp.com/EVv5EyXdQ0e6if05G67JeF

GRUPO 02: https://chat.whatsapp.com/FeFn6ma7Jqe4xfXyTwgIMe

GRUPO 03: https://chat.whatsapp.com/HRzOGeB8KJa6JvdPyBB1Aa

GRUPO 04: https://chat.whatsapp.com/KCaLXc9lhVEGb60dIWjQsL

GRUPO 05: https://chat.whatsapp.com/BCLZXZIBtWm1RNpNq0fnwE

GRUPO 06: https://chat.whatsapp.com/FngknDIhco66ETR1vHG5vl

GRUPO 07: https://chat.whatsapp.com/IQw0JRaMG4BHG2rXiMxQig

GRUPO 08: https://chat.whatsapp.com/La56GCgR5Ps7t3cpyTkvWN

GRUPO 09: https://chat.whatsapp.com/Fdnc1sqKS1H2KjrhWxfb1f

GRUPO 10: https://chat.whatsapp.com/LW6vFZFy2x1AIVq6MSqNiG

GRUPO 11: https://chat.whatsapp.com/C8xQY3AZYpLE7RUm0UG6fw

GRUPO 12:  https://chat.whatsapp.com/Is9DtCjY74r5wJ49bIV98i

GRUPO 13: https://chat.whatsapp.com/HWoL6MsDtqUJ3dfrbASMM1

GRUPO 14: https://chat.whatsapp.com/Injl5vTc7e4CUMI8DsWjY0

GRUPO 15: https://chat.whatsapp.com/GWDUxYommvH8WfZ3PxNK5M


GRUPO 16: https://chat.whatsapp.com/Fp8fi0RenguJT738yXiDmj

GRUPO 17: https://chat.whatsapp.com/KWAPK3ZbeOZK1rRzGPgLSj

 

 

 

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados