Cuiabá: Vídeo mostra policial atirando em soldado por engano em posto

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS

Cuiabá: Vídeo mostra policial atirando em soldado por engano em posto

Folha Max   

29 de Maio de 2020 as 12:47

Reporter MT

Uma câmera de segurança de um posto de combustível flagrou o momento em que o tenente da Força Tática efetua os disparos que atingiram o Ricardo Ferreira de Azevedo, 36 anos, durante a noite dessa quinta-feira (28), em Cuiabá. As imagens confirmam a versão da equipe da Força Tática, que confundiu policial com um criminoso.

Na gravação, é possível ver o momento em que as viaturas se aproximam da motocicleta. No entanto, o tenente da Força Tática não teria descido do veículo e efetuou os disparos há cerca de 15 metros do policial.


Segundo as informações do boletim de ocorrência, o policial estava realizando o acompanhamento de uma motocicleta, onde estava o suspeito identificado como Lucas, de 18 anos, que teria praticado um roubo. Por trabalhar no setor de Inteligência, ele não anda fardado.

Após a abordagem da equipe de inteligência, a guarnição da Força Tática chegou no local, no entanto os suspeitos de terem feito o roubo estavam do outro lado do posto de combustível.

Ao perceber a movimentação da polícia, Lucas tenta sair do local com a moto, porém foi detido na Avenida do CPA, logo depois.

Depois de Ricardo ser atingido, os policiais o colocam em uma viatura e o levaram até o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), mas devido aos ferimentos, ele não resistiu.

O Comando Geral da Polícia Militar determinou o afastamento preliminar dos integrantes da equipe da Força Tática que teria disparado contra o policial militar Ricardo Ferreira de Azevedo, de 36 anos, nesta sexta-feira (29). Segundo as informações, o autor do disparo foi um tenente da equipe.

Por meio de nota, a PM lamentou a morte do policial e que a Corregedoria deverá investigar o caso. Os policiais farão serviços administrativos.

“A Polícia Militar lamenta imensamente pela perda estão sendo tomadas, inclusive com o afastamento dos envolvidos das atividades operacionais, demais procedimentos de Polícia Judiciária Militar por meio da Corregedoria de Polícia Militar”, diz nota.

A nota destaca que a corporação está prestando apoio à família do militar morto.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados