Sinop: Mulher morre com suspeita de dengue hemorrágica

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS / Policia

Sinop: Mulher morre com suspeita de dengue hemorrágica

G1MT   

22 de Janeiro de 2020 as 09:20

ILUSTRATIVA

Uma mulher de 52 anos morreu com suspeita de dengue hemorrágica no Hospital Regional de Sinop, a 503 km de Cuiabá, no domingo (19). A Secretaria Estadual de Saúde (SES) informou que a morte deve ser investigada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Segundo a SES, o resultado da investigação será encaminhado ao polo regional e só depois a morte é oficializada na secretaria estadual.

Já a Secretaria Municipal de Saúde informou que por enquanto o que foi confirmado é que trata-se de uma morte por dengue e a possibilidade de ter sido dengue hemorrágica ainda é investigada.

Ainda neste mês, em Sinop, outras três pessoas estavam internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) com suspeita de dengue, sendo uma criança de 7 anos com suspeita de dengue hemorrágica e duas mulheres.

No dia 28 de dezembro de 2019, outra criança, de 8 anos, morreu em Sinop com suspeita de dengue hemorrágica.

Conforme o último boletim epidemiológico divulgado em dezembro do ano passado pela SES, ocorreram três óbitos por dengue grave no estado em 2019. A morte da criança de 8 anos registrada no fim de dezembro não havia sido contabilizada nesse boletim.

As mortes registradas pela secretaria ocorreram em Primavera do Leste, São Félix do Araguaia e Confresa, a 239 km, 1.159 km e 1.160 km de Cuiabá, respectivamente.

Alto índice

Em 2019, foram notificados 2.458 casos de dengue em Sinop. Destes, 722 foram confirmados. Segundo a prefeitura, mais de 80% dos casos de dengue são encontrados nas casas.

O alto índice de casos da doença levou a Prefeitura de Sinop a criar uma sala de emergência para elaborar e colocar em prática ações que possam prevenir e combater a doença.

Fazem parte desse grupo de trabalho servidores das secretarias de Saúde, Meio Ambiente, Educação e Obras.

Entre as ações já estabelecidas está o aumento do número de equipes que atuam em ações de bloqueio em áreas prováveis de transmissão.

Ações de conscientização da população também fazem parte do trabalho.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados