Crianças sorrisenses são operadas em mutirão pediátrico da Santa Casa, em Cuiabá

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS / Policia

Crianças sorrisenses são operadas em mutirão pediátrico da Santa Casa, em Cuiabá

SECOM   

08 de Fevereiro de 2020 as 18:57

SECOM

 O Hospital Estadual Santa Casa realiza, nesta sexta-feira e neste sábado (07 e 08.02), o 9º mutirão de cirurgias da unidade hospitalar. Organizada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a ação é voltada ao público infantil e contempla 40 pacientes que aguardavam pelos procedimentos pediátricos de postectomia (fimose) e hernioplastia; sendo que alguns estavam na fila de espera desde 2016.

A iniciativa englobou pacientes dos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Chapada dos Guimarães, Sinop, Sorriso, Arenápolis, Acorizal, Jangada, Nossa Senhora do Livramento, Porto Esperidião, Nova Brasilândia, Nova Lacerda, Nova Monte Verde, Querência e Barra do Garças.

“O Hospital Estadual Santa Casa atende não apenas aos cidadãos da Baixada Cuiabana, mas sim de todo o Estado de Mato Grosso, e trabalha na viabilização do atendimento aos pacientes que já esperam há anos por um procedimento cirúrgico”, explicou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo.

Moradora de Porto Esperidião (a 322 km de Cuiabá), Francieli Lírio do Monte, de 31 anos , é mãe do Davi Luiz, de 3. O garoto esperava há seis meses pelo procedimento de hernioplastia inguinal e passou pela cirurgia na última sexta (07.02). “Ele [o Davi] fez a retirada de duas hérnias e eu não tenho do que reclamar. Toda a equipe é muito atenciosa e a médica também me deu todas as informações possíveis”, avaliou a mãe.

Diferentemente de Davi – que aguardou a cirurgia por meses –, Mateus, criança de 4 anos diagnosticada com o espectro autista, espera desde julho de 2018 pelo procedimento cirúrgico. A mãe do paciente, Solange Aparecida Leite, de 39 anos e residente do município de Nova Monte Verde (a 953 km de Cuiabá), conta que foi até Alta Floresta para pegar um ônibus com direção à capital. “Chegamos na sexta-feira de manhã e tem mais de dois anos que estamos na espera. É hoje que resolve”, comemorou a mãe.

Os mutirões

Com mais de seis meses de funcionamento, o Hospital Estadual Santa Casa já realizou nove mutirões de consultas e cirurgias nas mais diversas especialidades da medicina. Apenas por meio dessas ações de mutirão, a unidade estadual já viabilizou 482 consultas especializadas, 168 cirurgias gerais, 25 procedimentos de cateterismo, 68 cirurgias pediátricas e 100 mamografias.

Conforme explica a diretora do Hospital Estadual, Patrícia Dourado Neves, a atual gestão da SES-MT busca, por meio dessas ações, ampliar o acesso da população aos procedimentos cirúrgicos eletivos, visto que há uma grande demanda reprimida.

“Esses mutirões vêm ao encontro do sistema de regulação, que soma todas as demandas reprimidas do Estado. Buscamos atuar no descongestionamento dessa fila de espera, que inclui pacientes que aguardam há anos por um procedimento. Então o objetivo central dessa ação é ampliar o acesso ao serviço e reduzir ao máximo a fila de espera”, concluiu a gestora.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados