Sorriso reduz índice de infestação do mosquito Aedes aegypti para abaixo de 1%

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS / Policia

Sorriso reduz índice de infestação do mosquito Aedes aegypti para abaixo de 1%

Assessoria   

02 de Outubro de 2019 as 14:53

Assessoria

Os dados do setor de Vigilância Ambiental  apontam uma redução expressiva no índice de infestação do mosquito  Aedes aegypti. O levantamento do  4º ciclo, que é realizado a cada 60 dias nos domicílios de Sorriso, mostra que o índice está em 0,26%..

“Estamos no quarto ciclo de monitoramento do índice larvário. No inicio do ano no 1º ciclo o índice de infestação estava em 3,60%, no 2º ciclo, subiu para 3,88%, no 3º ciclo caiu para 0,98% e agora no 4º ciclo estamos com 0,26% que é um índice muito bom, abaixo do máximo aceitável pelo Ministério da Saúde.  Apesar da diminuição do índice geral, não podemos baixar a guarda, pois agora começa o período de chuva e precisamos redobrar os cuidados e eliminar os recipientes que são passíveis de acumular água e servir de criador para mosquito Aedes aegypti”, explicou a coordenadora da vigilância em saúde, Tayná Vacaro.

Os agentes de vigilância ambiental visitaram um total de 43.585 imóveis, em 63 localidades, incluindo os distritos, o Projeto Casulo e o Assentamento Jonas Pinheiro. Ainda segundo o levantamento, os bairros que tiveram índices acima de 1% foram  Projeto Casulo com 2,63%, Jardim Europa com 1,09% e Santa Maria I e II.

Para o secretário de Saúde e  Saneamento, Luis Fábio Marchioro, a queda no índice é reflexo do empenho e do trabalho  em conjunto.

“ O mérito dessa queda na infestação do mosquito da dengue é da união das entidades de classe, empresas, imprensa, associações de moradores de bairro e população que se uniram ao poder público no combate ao mosquito Aedes aegypti.  Sempre digo que unidos somos mais fortes e o resultado está aí. Quero agradecer a todos que quando convidamos para entrar nesta luta pegaram junto conosco, não vou citar nomes para não esquecer ninguém. Agradeço a população que continue cuidando do quintal e evitando a proliferação do mosquito”, ressaltou o secretário.



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados