JK Notícias

Policial

Sorriso: Professora e esposo são presos suspeitos de terem enforcado filha adotiva

A mulher é professora e foi presa na escola onde trabalha. Já o homem foi preso em casa.

Na manhã desta quinta-feira (14/06), a polícia civil de Sorriso cumpriu dois mandados de prisão preventivos contra um casal, que são suspeitos de terem tentado enforcar a filha adotiva, fato ocorrido em agosto do ano passado (2017).

A mulher é professora e foi presa na escola onde trabalha. Já o homem foi   preso em casa.

A princípio na época do ocorrido, o fato se tratava de uma tentativa de suicídio de uma criança de 12 anos, através de enforcamento, mas no dia do ocorrido o fato havia causado suspeitas.

Segundo a polícia, o casal que até então eram noivos, teriam demorado cerca de duas horas para acionar o corpo de bombeiros. Primeiramente chamaram um pastor, dizendo que a menina estava com demônio no corpo. Quando o pastor   chegou ao local logo mandou acionar os bombeiros.

Segundo a polícia, devido à gravidade, a criança foi transferida para uma UTI pediátrica em Cuiabá, onde a mãe se recusou acompanhar a criança, pois segundo ela, iria se casar no dia seguinte, demonstrando pouco amor a criança.

Quando a criança estava internada em Cuiabá e a mãe estava no hospital, de forma misteriosa a criança caiu da cama, fato que   levantou ainda mais as suspeitas.  Mas como a criança não falava, devido as sequelas do enforcamento, a polícia não conseguia provar nada. Mas a cerca de 2 meses e com auxílio de um psicólogo, hoje   com 13 anos, a criança começou a falar novamente e contou como tudo aconteceu.

Segundo a polícia, a criança relatou que apanhava muito, e que era obrigada a fazer tarefas domésticas, e que sempre ficava em casa, não podia sair. Quando havia uma festa apenas o casal saia e ela ficava em casa.

Ainda segundo a polícia, no dia do enforcamento a criança teria mexido em uma caixa de dvds do padrasto e que por conta disso ela apanhou e a enforcou com um fio do ventilador.

Segundo o delegado titular de Sorriso, André Ribeiro, a menina está ainda bastante traumatizada com o ocorrido e está com o pai adotivo. Ela possui uma sequela no braço por conta de toda a situação.

A prisão cumprida nesta manhã tratasse de uma prisão preventiva e a princípio o casal deverá ficar preso até o juiz julgar o caso.

 

Página:

http://www.jknoticias.com/noticia/policial/2018/06/14/sorriso-professora-e-esposo-so-presos-suspeitos-de-terem-enforcado-filha-adotiva/1495.html