Plantão
Educação e Esporte

Sorriso: Com transmissão do JKNOTÍCIAS e LCI, Hornets desbanca Arsenal e vai a final inédita

Publicado dia 04/11/2018 às 16h22min | Atualizado dia 04/11/2018 às 18h53min
O placar ficou 19 para o Hornets e 15 para o Cuiabá Arsenal

Em seu primeiro jogo de playoffs pela BFA, o Sorriso Hornets recebeu o atual campeão da conferência Cuiabá Arsenal. Em uma partida dominada pelas defesas, quem levou a melhor foi Hornets, por 19 a 15, desbancando os cuiabanos e garantindo uma vaga inédita a final da Conferência Centro-Oeste.

Foi o terceiro enfrentamento dos times somente em 2018. E todos foram vencidos pela equipe do interior: a final do estadual, a estreia da BFA e agora, nos playoffs.

O jogo

O Arsenal começou no ataque e de início não encontrou problemas para cruzar o campo. Em sua terceira decida, o quarterback Daniel “Dandan” Pereira tentou um passe em profundidade para o running back Bruno Loeschke. O corredor conseguiu a recepção e ainda correu até ser derrubado na linha de dez jardas do ataque. Algumas jogadas depois, a conexão entre Dandan e Bruno se repetiu, agora para o primeiro touchdown da partida. Caio Borges errou o chute de bonificação – 06 a 00 para os visitantes.

Após a abertura do placar, os ataques se viram sob domínio de fortes defesas, e nenhum dos times conseguiu grandes avanços durante o restante do primeiro quarto e nas primeiras campanha do segundo. Foram seis campanhas seguidas encerradas em punt, três para cada lado.

Mas ao fim do segundo quarto, em confusa jogada, os Hornets finalmente encostaram no placar. O quarterback Edilson “Leite” Kovaleski saiu do pocket e antes de ser derrubado, conseguiu lançar a bola em direção ao recebedor Elder Matheus “Bob”. O jogador conseguiu a recepção, mas antes de atravessar a goal line, soltou a bola. Por sorte, Breno de Bem recuperou a bola dentro da endzone, marcando o touchdown. O chute do extra-point não foi convertido, deixando o placar com números iguais antes do intervalo – 06 a 06.

Com o ataque já engrenado, na volta dos vestiários o Hornets pontuou novamente, ficando a frente do placar. Passe longo de Edilson “Leite” para o running back Everton Oliveira, livre para cruzar a goal line. Chute certeiro de Marcos Lodi – 13 a 06 para o time da casa.

No último quarto, o Cuiabá Arsenal chegou novamente a redzone, mas a forte secundária dos Hornets impediu o touchdown pelas mãos de Dandan. Sendo assim, os cuiabanos tiverem que se contentar com um field goal, convertido por Caio – 13 a 09.

Buscando diminuir a desvantagem, em sua penúltima campanha, Dandan teve seu passe interceptado pelo linebacker Alex Willis, retornando até a redzone. O turnover rendeu o último touchdown do jogo, em conexão entre o quarterback e o recebedor Tharcizio da Silva. Lodi teve seu chute bloqueado. 19 a 09.

De volta a campo, o ataque do Arsenal anotou seu último touchdown em passe de 45 jardas de Dandan para Loeschke. Chute de extra-point bloqueado. 19 a 15.

Durante a conversão, com a bola já morta, houve inúmeras faltas pessoais, o que levaram os ânimos a se exaltaram. Uma confusão generalizada se formou, o que resultou na ejeção de um jogador para cada lado (Bruno de Bem, dos Hornets, e Leonardo Kong, do Arsenal).

Com dez segundos restantes no relógio, o time cuiabano ainda tentou um onside kick, mas sem sucesso. Bastou o time da casa retornar a campo, ajoelhar e definir o fim da partida e a classificação – 19 a 15 para o Sorriso Hornets.

Playoffs

Depois da vitória, os Hornets aguardam o duelo brasiliense deste domingo entre Tubarões do Cerrado e Leões de Judá, para saber o adversário e o local da final. Caso vitória dos Tubarões, o time de Sorriso vai até Brasília na decisão. Caso vitória dos Leões, a torcida de Sorriso poderá acompanhar a final de conferência em casa.

Fonte: Salão Oval