Plantão
Geral

Eletricidade furtada no Estado seria capaz de suprir cidade do porte de Sorriso por um ano

Publicado dia 27/08/2018 às 09h31min | Atualizado dia 27/08/2018 às 11h12min
Em Sorriso, no 1º semestre, também foram averiguadas 5,530 mil unidades consumidoras e em 789 foram encontradas fraudes (há poucos dias houve nova etapa de fiscalização sendo identificados casos de furtos em residências e empresas).

O departamento de combate as perdas da concessionária de energia informou, ao Só Notícias, que em todo ano passado foram furtados, no Estado 840.564 mil Megawatt-hora (MWh) de eletricidade quantidade suficiente para suprir a necessidade de um município como Sorriso, por exemplo (que tem mais de 85 mil habitantes e está entre os maiores de Mato Grosso) por um ano. Neste ano, já foram registrados 780,360 mil MWh furtados. A perda de eletricidade nas 36 cidades que compõem a regional de Sinop somam 161,801 mil MWh. Neste ano, 130,070 mil MWh, já foram furtados.

Fazem parte da regional em Sinop os municípios de Tapurah, Lucas do Rio Verde, Nova Mutum, União do Sul, Cláudia, Alta Floresta, Colíder, Paranaíta, Sorriso, Itaúba,Terra Nova do Norte, Apiacás, Santa Rita do Trivelato, Itanhangá, Santa Carmem, Vera, Peixoto de Azevedo, Nova Canaã do Norte, Ipiranga do Norte, Guarantã do Norte, Matupá, Carlinda, Nova Santa Helena, Cotrel, Quinta Agrovila, Americana do Norte, Nova Guarita, Nonoai do Norte, Primavera, Nova Ubiratã, Novo Muno, Feliz Natal, Nova Bandeirantes, Boa Esperança do Norte, Nova Morte Verde.

O departamento informou ainda que, no 1º semestre deste ano, já foram identificados 1, 048 mil furtos de energia e fiscalizadas 13,612 mil unidades consumidoras em Sinop. No ano passado, de janeiro a dezembro, foram 2,962 unidades flagradas furtando eletricidade e fiscalizadas 24,088 mil.

Em Sorriso, no 1º semestre, também foram averiguadas 5,530 mil unidades consumidoras e em 789 foram encontradas fraudes (há poucos dias houve nova etapa de fiscalização sendo identificados casos de furtos em residências e empresas). No ano passado, foram fiscalizadas 11,008 mil e 1,523 mil estavam fraudadas. Em uma operação desencadeada, no município, para identificar e combater o furto de energia nove pessoas foram presas acusadas de furtar eletricidade.

 

Fonte: Só Noticias