Plantão
Justiça

Jovem estuprada durante anos pelo pai e teve filho com ele contrata advogado para tirá-lo da cadeia

Publicado dia 13/09/2018 às 15h55min | Atualizado dia 14/09/2018 às 10h10min
Mulher de 27 anos teve um filho do próprio pai aos 20 anos, após anos de abuso sexual dentro de casa. Homem foi preso preventivamente por 30 dias e está no Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista.

mulher que foi estuprada durante anos pelo próprio pai - e chegou a engravidar duas vezes - contratou um advogado para defendê-lo e tirá-lo da cadeia. O homem está preso preventivamente desde a segunda-feira (10) no Centro de Triagem de Campo Limpo Paulista (SP).

Segundo a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que está responsável pelo caso, a mulher, hoje com 27 anos, estava abrigada em uma casa mantida pela prefeitura para vítimas de estupros, mas resolveu deixar o local para procurar um advogado para o pai assim que soube da prisão.

A vítima disse à Polícia Civil que começou a ser estuprada quando tinha sete anos. Os abusos aconteciam com frequência, na casa onde mora com o pai, a mãe, dois irmãos e uma irmã. No depoimento, a jovem afirmou que, a partir dos 15 anos, passou a manter relações sexuais com o pai de forma consentida.

Uma das investigadoras que cuidam do caso afirmou que a vítima só procurou a delegacia após ser aconselhada por uma amiga.

Depoimento e prisão

Ao ser preso, o homem negou que tenha abusado da filha quando criança. Ele disse que as relações sexuais começaram quando ela tinha 15 anos, e aconteciam de forma consentida - versão confirmada pela vítima.

O caso só foi revelado à família no ano passado, quando a jovem contou à mãe que o pai abusava dela e que era o progenitor do seu filho.

Ao saber do caso, a irmã mais nova da vítima afirmou que também sofreu tentativa de estupro do pai e que testemunhou os abusos.

O homem deve permanecer preso por 30 dias, até que o inquérito seja analisado por um juiz.

A DDM afirmou que as vítimas estão passando por atendimento psicológico.

 

Fonte: Portal G1