Plantão
Trânsito

Cuiabá: Homem foge em moto sem placa ao ser abordado por amarelinho

Publicado dia 11/02/2019 às 17h49min | Atualizado dia 12/02/2019 às 10h43min
Nas imagens feitas pela emissora, é possível ver um homem carregando uma motocicleta, sem placa, na avenida.

Um motociclista fugiu ao ser abordado por um agente de trânsito da secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), na manhã desta segunda (11), na Avenida Mato Grosso, em Cuiabá, em frente à Escola Estadual Presidente Médici. A fuga do homem foi registrado pela TV Centro América.

Nas imagens feitas pela emissora, é possível ver um homem carregando uma motocicleta, sem placa, na avenida. Em seguida, ele sobe no veículo e sai em disparada. O agente de trânsito, que o acompanhava, tenta alcançá-lo, porém o homem consegue fugir. E chega a mostrar o dedo do meio ao servidor.

O agente de trânsito Jeancarlo Campos explica ao  que estava auxiliando estudantes da escola estadual, por volta das 6h50, na travessia para o Médici, por conta do período de volta às aulas. Ainda segundo ele, os motoristas respeitavam a passagem dos jovens em direção à escola, exceto um motociclista. “Eu estava atravessando três crianças. Os carros pararam, mas esse motociclista, não. Ele não reduziu a velocidade e seguiu adiante”.

Depois de ter atravessado as crianças, o agente de trânsito relata que avistou o motociclista fazendo o retorno para passar no sentido oposto da avenida. “Quando vi, decidi abordá-lo, para ver se a motocicleta dele estava em situação irregular. Quando ele passou, não queria parar, mas desceu da moto”.

Segundo o servidor, o motociclista começou a xingá-lo e tentou agredi-lo. “Ele falou que pegaria os documentos, para eu verificar a situação da motocicleta. Pediu um minuto, disse que iria empurrar a moto para pegar os documentos e começou a correr”, contou.

“Eu corri junto, para tentar retirar a chave da motocicleta, mas não consegui”, acrescentou. Segundo Jeancarlo, a identidade do motociclista não foi descoberta. “Como a motocicleta estava sem placa, fica mais difícil”. O profissional explicou que passou o caso ao diretor de trânsito da Capital.

Ao menos por ora, nenhuma medida deve ser tomada contra o motociclista, em razão de não ter sido identificado. “Acredito que, em algum momento, conseguiremos identificá-lo. Logo que chegarmos à identidade dele, iremos passar o caso para a polícia, para averiguar a situação do homem e da motocicleta”, declarou.

Fonte: RD News