Sorriso: PC descobre paradeiro e captura homem que matou duas esposas de dois feminicídios

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS

Sorriso: PC descobre paradeiro e captura homem que matou duas esposas de dois feminicídios

http://circuitomt.com.br   

18 de Abril de 2021 as 17:51

ILUSTRATIVA

Por meio da Delegacia de Defesa da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso (DEDMCAI), a Polícia Judiciária Civil (PJC) cumpriu, nesta sexta-feira (16), um mandado de prisão após localizar o paradeiro de um homem acusado de cometer dois feminicídios no intervalo de quase quatro anos. O suspeito foi localizado no município de Sorriso (420 km de Cuiabá-MT).

A ordem foi expedida pela Segunda Vara Criminal da Comarca de Sinop (500 km da Capital).

Durante a prisão, o acusado confessou os crimes deu detalhes das ações durante depoimento na delegacia local.

O crime mais recente cometido pelo suspeito ocorreu em janeiro deste ano, em Sinop, onde ele estava morando com a vítima, Arlete Cardoso da Silva, 30 anos, em uma chácara na Comunidade Sílvia, zona rural do município.

No dia 15 de janeiro, vizinhos de Arlete acionaram a Polícia Militar informando que havia um cheiro muito forte saindo da residência do casal. Quando os agentes chegaram ao local, encontraram o corpo da mulher, já em avançado estado de decomposição, na lateral da cama do quarto do casal. Ela ainda tentou se esconder debaixo da cama para fugir do ataque, mas não resistiu.

Diante do desaparecimento inesperado do marido, ele passou a ser investigado como o principal suspeito de ter cometido o crime. Durante as investigações, a equipe policial conseguiu comprovar que ele utilizava documentos falsos, pertencentes a seu irmão mais novo.

O documento usado havia sido adulterado pelo próprio suspeito, que retirou a fotografia do irmão e colocou a sua.

A partir da verdadeira identificação do possível autor do crime, a Polícia Civil constatou que ele havia cometido outro feminicídio na cidade de Água Boa, na região leste do estado, em 2017, e encontrava-se foragido desde então.

A vítima, Maurinha da Silva, que à época do crime tinha 34 anos, morreu após ser atingida com golpes de faca.

A Polícia Civil de Água Boa foi comunicada pelo Hospital Regional de que uma mulher havia dado entrada na unidade com ferimentos causados por objeto cortante e que o convivente seria o suspeito do crime.

Um vizinho da vítima informou à polícia que estava em sua casa, quando ouviu gritos vindos da casa de Maurinha e ao abrir a porta para ver o que estava acontecendo, se deparou com a vítima já esfaqueada e o suspeito fugindo de bicicleta.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados