MT: Dupla inventa falsa história de ´CASAL GAY DEMITIDO` para aplicar golpes

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS

MT: Dupla inventa falsa história de ´CASAL GAY DEMITIDO` para aplicar golpes

REPÓRTER MT   

05 de Maio de 2021 as 11:16

Reporter MT

O casal Marco e Samuel, que passaram a terça-feira (04) na Rodoviária de Cuiabá aplicando golpes e contando história de discriminação e pedindo dinheiro para comprar passagem para eles e o cachorrinho Spyke voltarem para casa em São Paulo e ‘recomeçar a vida’, foram descobertos e detidos já dentro do ônibus para deixar Mato Grosso.

Os dois foram encaminhados à Central de Flagrantes, onde confessaram o crime e ainda relataram que aplicaram o mesmo golpe em pelo menos mais quatro cidades de Mato Grosso, sendo Campo Verde, Primaverado Leste, Rondonópolis e Barra do Garças.

Os dois foram denunciados pela equipe de reportagem do , na noite dessa terça, que mais cedo tinha publicado uma reportagem pedindo ajuda para o ´casal`, porém, várias denúncias chegaram à redação, foi comprovado o golpe em Campo Verde e acionada a Polícia Militar (PM), que retirou os golpistas de dentro do ônibus que tinha como destino Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

A história começou quando a equipe de reportagem recebeu uma ligação do próprio Marco explicando o caso. Acreditando na boa fé da dupla, a reportagem se deslocou até a rodoviária para gravar a história contada por eles, onde apresentou passagem que chegaram a MT no dia anterior, já estavam sendo ajudados por uma ONG e uma advogada.

Porém, precisavam juntar cerca de R$ 1.500 para que os dois pudessem voltar para casa e levar o cachorrinho Spyke, que nessa situação, por se tratar de uma viagem muito longa, também tinha que pagar passagem e viajar numa ‘gaiolinha’ em um assento único.

O conto inventado pela dupla era, basicamente, o fato deles terem sido contratados para trabalhar na administração de uma suposta fazenda em Jangada, onde eles identificaram a propriedade, deram os nomes das pessoas que fizeram contato com ele, inclusive o número de telefone para a reportagem, para comprovar a história.

Porém, ainda segundo o falso relato, foram demitidos ao conhecer o patrão pessoalmente e o mesmo não aceitar casal gay na propriedade por causa de sua religião, quando foram deixados pelo gerente da propriedade na rodoviária com apenas R$ 50.

Minutos após a publicação da reportagem, denúncias passaram a surgir com fotos e vídeos da dupla também pedindo dinheiro em diversas rodoviárias do estado desde o dia 8 de abril, quando uma ONG de Campo Verde ajudou o casal, após ouvir a mesma história e descobrirem que os golpistas já passaram por Primavera do Leste.

A reportagem teve acesso à entrevista que Marco e Samuel deram ao SBT de Campo Verde no dia 8 de abril com a mesma história e também na rodoviária da cidade.

O denunciou o caso, acompanhou a condução até à Central de Flagrantes e registrou boletim de ocorrência contra os criminosos.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados