Sorriso: Luciene, morta com 28 facadas, não estava grávida, morava em Piratininga, veio a Sorriso sacar o auxilio emergencial e deveria ter voltado para casa nesta quarta a pedido da mãe

(66) 9 9982-8122


NOTÍCIAS

Sorriso: Luciene, morta com 28 facadas, não estava grávida, morava em Piratininga, veio a Sorriso sacar o auxilio emergencial e deveria ter voltado para casa nesta quarta a pedido da mãe

JKNOTICIAS   

17 de Junho de 2021 as 20:02

JKNOTICIAS

Familiares confirmaram ao JKNOTICIAS.COM que Luciene Borges, 34 anos, que foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (17/06) em uma estrada rural no município de Sorriso, conhecida como estrada do aeroporto do Bresca, não estava gravidas, pois ela teria sofrido um abordo espontâneo e perdido a criança.

Quando Luciene registrou um boletim de ocorrência contra o ex-marido ela estava gravida de 02 meses.

Segundo a perícia, no local foi constatada um local onde Luciene teria parado junto com seu assassino para urinar e foi golpeada de surpresa com uma facada, onde veio a cair e depois foi alvejada com mais 27 facadas, somando 28 perfurações.

O crime o correu durante a madrugada.

Segundo uma pessoa próxima a família, Luciene morava no Distrito de Piratininga, Nova Ubiratã, e veio para Sorriso sacra o auxílio emergencial e teria que voltar ainda nesta quarta para o distrito, a pedido da mãe, mas ela preferiu ficar em Sorriso, onde acabou sendo morta.


Luciene no dia 04/04 registro um boletim de ocorrência contra seu companheiro, por violência doméstica. Segundo conta a PM foi acionada na rua Laudiceia, no bairro Fraternidade, onde a vítima relatou que há quase 2 anos convivia com o agressor e que estava gravida do mesmo de dois meses.

Na ocasião ela relatou que o suspeito teria ingerido
bebida alcoólica em casa e que ele resolveu sair para ir para um churrasco com um amigo e que a vítima disse que iria ir junto, momento em que o suspeito desferiu um tapa em seu rosto, agredindo a mesma e que isso já teria ocorrido outras vezes. Após ser agredida a vítima ficou com medo e saiu do local, correndo até a vizinha e ligou para a PM.

O suspeito foi preso pelo crime de lesão corporal (violência doméstica), sendo algemado e conduzido para
a delegacia.

Luciene teria medida protetiva contra o ex-marido e estava com medo dele.

 



© 2019 - JK Notícias - Todos os Direitos Reservados