• RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • CidadePolícia

    Sorriso: Polícia Militar irá intensificar policiamento em comunidades rurais e distritos

    Medida é resposta às demandas trazidas pelos moradores dessas localidades

    𝐀𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐫 𝐬𝐮𝐚 𝐎𝐏𝐈𝐍𝐈𝐀̃𝐎 𝐨𝐮 𝐂𝐑𝐈́𝐓𝐈𝐂𝐀, 𝐟𝐚𝐜̧𝐚 𝐬𝐞𝐮 𝐏𝐈𝐗, 𝐜𝐨𝐦 𝐨 𝐯𝐚𝐥𝐨𝐫 𝐪𝐮𝐞 𝐩𝐮𝐝𝐞𝐫, 𝐞 𝐚𝐩𝐨𝐢𝐞 𝐨 𝐉𝐊𝐍𝐎𝐓𝐈𝐂𝐈𝐀𝐒.𝐂𝐎𝐌 𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚𝐫 𝐭𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐧𝐝𝐨 𝐢𝐧𝐟𝐨𝐫𝐦𝐚𝐝𝐨. 𝐅𝐚𝐜̧𝐚 𝐮𝐦𝐚 𝐃𝐨𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐂𝐇𝐀𝐕𝐄 𝐏𝐈𝐗: 𝟐𝟖.𝟏𝟓𝟏.𝟐𝟗𝟕/𝟎𝟎𝟎𝟏-𝟎𝟓 𝐑𝐀𝐙𝐀̃𝐎 𝐒𝐎𝐂𝐈𝐀𝐋: 𝐌𝐈𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐔𝐁𝐋𝐈𝐂𝐈𝐃𝐀𝐃𝐄 𝐄 𝐌𝐀𝐑𝐊𝐄𝐓𝐈𝐍𝐆

    O comandante do 12º Batalhão da Polícia Militar de Sorriso, tenente-coronel Jorge Almeida, afirmou que irá intensificar a partir dessa semana o policiamento ostensivo em comunidades rurais, no Distrito de Primavera e em Boa Esperança.

    As estratégias para segurança pública foram definidas nesta quinta-feira (8), durante reunião com o prefeito Ari Lafin e os secretários municipais José Carlos Moura (Segurança Pública, Trânsito e Defesa Civil); Hilton Polesello (Governo); Estevam Calvo Filho (Administração) e; coronel Adriano Denardi (Agricultura, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia).

    Parte dos custos operacionais será mantido pelo programa jornada delegada, instituído por meio de um termo de cooperação entre a Prefeitura e o Governo do Estado, para qual está previsto um orçamento de R$ 800 mil, neste ano. O reforço do policiamento efetivo está entre as 37 medidas trazidas pelo Plano de Ação Integrada de Segurança Pública.

    “Já concluímos um levantamento, em conjunto com a Secretaria de Segurança, com base nas demandas apresentadas pela sociedade ao poder público”, disse Jorge Almeida.

    Segundo o militar, entre as reclamações mais recorrentes estão o excesso de velocidade e a poluição sonora causada por motocicletas com escapamento adulterados.

    “O sujeito precisa entender que o direito dele termina onde começa o do seu semelhante e vice-versa. Quando isso não acontece, é necessário a intervenção do Estado”, assevera José Carlos Moura.

    O encontro, também definiu as medidas a serem adotadas com relação ao número de animais em situação de abandono.

    “Para uma melhor resolutividade, o debate em torno do tema segurança pública precisa inserir a comunidade. Ninguém melhor para identificar as demandas senão aqueles que residem nessas localidades”, complementa Ari Lafin.

    Assessoria

    Faça sua denúncia, envie através de nosso WhatsApp, Fotos, Vídeos. Seus dados pessoais estarão protegidos, nos termos da Lei 13.460/2017. +55 66 99982-8122.

    Postagens Relacionadas

  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO