• RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • RAMALANTOTO
  • DestaquePolícia

    MT: Jovem é morta e esquartejada por facção e tem membros “jogados” em vários lugares

    Quadrilha de faccionados foi presa na noite de quarta-feira (8) acusada de matar, esquartejar e esconder as partes do corpo de Mara Sales de Lara,20, em Cáceres (225 km a oeste). A vítima estava desaparecida há poucas horas, quando os 8 suspeitos foram encontrados e indicaram onde os restos mortais estavam. A mulher seria de facção criminosa rival e, por isso, foi assassinada.

    𝐀𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐫 𝐬𝐮𝐚 𝐎𝐏𝐈𝐍𝐈𝐀̃𝐎 𝐨𝐮 𝐂𝐑𝐈́𝐓𝐈𝐂𝐀, 𝐟𝐚𝐜̧𝐚 𝐬𝐞𝐮 𝐏𝐈𝐗, 𝐜𝐨𝐦 𝐨 𝐯𝐚𝐥𝐨𝐫 𝐪𝐮𝐞 𝐩𝐮𝐝𝐞𝐫, 𝐞 𝐚𝐩𝐨𝐢𝐞 𝐨 𝐉𝐊𝐍𝐎𝐓𝐈𝐂𝐈𝐀𝐒.𝐂𝐎𝐌 𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚𝐫 𝐭𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐧𝐝𝐨 𝐢𝐧𝐟𝐨𝐫𝐦𝐚𝐝𝐨. 𝐅𝐚𝐜̧𝐚 𝐮𝐦𝐚 𝐃𝐨𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐂𝐇𝐀𝐕𝐄 𝐏𝐈𝐗: 𝟐𝟖.𝟏𝟓𝟏.𝟐𝟗𝟕/𝟎𝟎𝟎𝟏-𝟎𝟓 𝐑𝐀𝐙𝐀̃𝐎 𝐒𝐎𝐂𝐈𝐀𝐋: 𝐌𝐈𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐔𝐁𝐋𝐈𝐂𝐈𝐃𝐀𝐃𝐄 𝐄 𝐌𝐀𝐑𝐊𝐄𝐓𝐈𝐍𝐆

    Os braços e as pernas da vítima foram colocados em uma bolsa. Já o tronco e a cabeça foram enrolados em um lençol, colocado em um plástico. A mala e o saco plástico foram jogados em regiões de mata em pontos distintos na saída da cidade

    Segundo informações da Polícia Militar, 8 suspeitos foram presos pelo crime, sendo 5 homens e 3 mulheres. A moto usada para transportar o corpo da vítima foi apreendida e o grupo admitiu o crime, detalhando os fatos.

    Ainda na quarta-feira (8), os militares foram comunicados do sumiço da jovem. Por volta de 22h, os setores de inteligência da PM identificaram que Mara já havia sido morta por membros de uma facção criminosa rival, que estavam escondidos no bairro Espírito Santo.

    O grupo de 8 suspeitos estava reunido em uma casa do bairro quando a PM chegou. Um dos criminosos confessou o assassinato e disse que ele teria atraído a vítima para uma emboscada, onde, junto de outros membros da quadrilha, teria levado Mara para o local do crime.

    Em seguida, os criminosos acionaram a facção e mataram a mulher com facadas. O criminoso ainda afirmou que, após a morte da mulher, também arrancou os membros da vítima para ocultar o cadáver.

    Eles indicaram que as partes do corpo estavam escondidas em uma região de mata, nas proximidades de um rio, na rodovia MT-343. As equipes policiais e autoridades competentes foram ao local e constataram os fatos.

    Diante da situação, todos os suspeitos foram conduzidos para à delegacia de Cáceres para registro da ocorrência e foram entregues para a Polícia Civil para demais providências que o caso requer.

    GAZETA DIGITAL

    Faça sua denúncia, envie através de nosso WhatsApp, Fotos, Vídeos. Seus dados pessoais estarão protegidos, nos termos da Lei 13.460/2017. +55 66 99982-8122.

    Postagens Relacionadas

  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO
  • PADANGTOTO