CidadeGeralPolícia

Sorriso: Assistência Social intensifica campanha contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes

Para ampliar o debate sobre Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, comemorado em 18 de maio, a Secretaria de Assistência Social de Sorriso segue com uma série de ações. Ontem, 20, foi dia de pit stop em vários pontos da cidade para dar visibilidade ao tema; e a partir de amanhã, dia 22 de maio, iniciam os debates com os grupos assistidos pela pasta, iniciando pelos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS).  

𝐀𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐫 𝐬𝐮𝐚 𝐎𝐏𝐈𝐍𝐈𝐀̃𝐎 𝐨𝐮 𝐂𝐑𝐈́𝐓𝐈𝐂𝐀, 𝐟𝐚𝐜̧𝐚 𝐬𝐞𝐮 𝐏𝐈𝐗, 𝐜𝐨𝐦 𝐨 𝐯𝐚𝐥𝐨𝐫 𝐪𝐮𝐞 𝐩𝐮𝐝𝐞𝐫, 𝐞 𝐚𝐩𝐨𝐢𝐞 𝐨 𝐉𝐊𝐍𝐎𝐓𝐈𝐂𝐈𝐀𝐒.𝐂𝐎𝐌 𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚𝐫 𝐭𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐧𝐝𝐨 𝐢𝐧𝐟𝐨𝐫𝐦𝐚𝐝𝐨. 𝐅𝐚𝐜̧𝐚 𝐮𝐦𝐚 𝐃𝐨𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐂𝐇𝐀𝐕𝐄 𝐏𝐈𝐗: 𝟐𝟖.𝟏𝟓𝟏.𝟐𝟗𝟕/𝟎𝟎𝟎𝟏-𝟎𝟓 𝐑𝐀𝐙𝐀̃𝐎 𝐒𝐎𝐂𝐈𝐀𝐋: 𝐌𝐈𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐔𝐁𝐋𝐈𝐂𝐈𝐃𝐀𝐃𝐄 𝐄 𝐌𝐀𝐑𝐊𝐄𝐓𝐈𝐍𝐆

Nesta quarta (22), o encontro é no CRAS São Domingos a partir das 19 horas, no dia 23 no Cras São José; dia 24 o debate será no Centro de Convivência da Pessoa Idosa, com início às 13 horas; no Cras da Praça Ceu a conversa é no dia 28 às 19 horas; e, no dia 29 de maio o encontro é na Associação Amigos Banco do Brasil (AABB) também às 19 horas.

Conforme a gestora de Assistência Social, Jucélia Ferro, os momentos de sensibilização contam com palestras de conscientização e orientação contra o abuso ou exploração infanto-juvenil direcionadas aos grupos assistidos pela Assistência Social.

No país, o 18 de maio, chama a atenção para a perspectiva de crescimento dos casos de abuso e exploração infantil que ocorrem dentro de casa. Jucélia destaca que o objetivo é fortalecer ainda mais as medidas de proteção, sensibilizar, informar e convocar toda a sociedade para a luta em defesa dos direitos de crianças e adolescentes.

“Essa campanha visa orientar e conscientizar a todos sobre a importância de identificar os sinais de mudança no comportamento das crianças e adolescentes que possam estar sendo vítimas de abuso sexual”, pontua a secretária.

A gestora destaca ainda a importância da denúncia, caso haja suspeita de exploração. “Além de poder buscar os CRAS e CREAS para receber apoio, as famílias podem denunciar o abuso contra crianças e adolescentes através de diversos canais, como o “Disque 100”, Conselho Tutelar ou polícias Civil e Militar. Sempre que houver a suspeita, esse crime deve ser denunciado”, frisa.

18 DE MAIO

A data escolhida para ser do Dia de Combate remete a um crime bárbaro ocorrido em 1973, quando Araceli Cabrera Sanches, de 8 anos, foi sequestrada, drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba.

A escolha do dia como marco aconteceu em 1998, quando cerca de 80 entidades públicas e privadas, reuniram-se na Bahia para o 1º Encontro da Rede Ecpat no Brasil.

A Rede Ecpat busca eliminar a prostituição, pornografia e o tráfico para fins de exploração sexual de crianças e adolescentes, a organização internacional surgiu na Tailândia. No encontro de 1998, foi criado um Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Infanto-Juvenil. O dia se tornou oficial por meio da lei nº 9.970, de iniciativa da então deputada Rita Camata.

Faça sua denúncia, envie através de nosso WhatsApp, Fotos, Vídeos. Seus dados pessoais estarão protegidos, nos termos da Lei 13.460/2017. +55 66 99982-8122.

Postagens Relacionadas