Polícia

MT: Mais de 300 policiais trabalham para capturar assassino de sargento da PM

Mais de 300 militares de Mato Grosso estão mobilizados em uma força-tarefa para capturar o autor do assassinato do sargento da Polícia Militar Odenil Alves Pedroso, 47.

𝐀𝐧𝐭𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐫 𝐬𝐮𝐚 𝐎𝐏𝐈𝐍𝐈𝐀̃𝐎 𝐨𝐮 𝐂𝐑𝐈́𝐓𝐈𝐂𝐀, 𝐟𝐚𝐜̧𝐚 𝐬𝐞𝐮 𝐏𝐈𝐗, 𝐜𝐨𝐦 𝐨 𝐯𝐚𝐥𝐨𝐫 𝐪𝐮𝐞 𝐩𝐮𝐝𝐞𝐫, 𝐞 𝐚𝐩𝐨𝐢𝐞 𝐨 𝐉𝐊𝐍𝐎𝐓𝐈𝐂𝐈𝐀𝐒.𝐂𝐎𝐌 𝐚 𝐜𝐨𝐧𝐭𝐢𝐧𝐮𝐚𝐫 𝐭𝐞 𝐝𝐞𝐢𝐱𝐚𝐧𝐝𝐨 𝐢𝐧𝐟𝐨𝐫𝐦𝐚𝐝𝐨. 𝐅𝐚𝐜̧𝐚 𝐮𝐦𝐚 𝐃𝐨𝐚𝐜̧𝐚̃𝐨 𝐩𝐞𝐥𝐚 𝐂𝐇𝐀𝐕𝐄 𝐏𝐈𝐗: 𝟐𝟖.𝟏𝟓𝟏.𝟐𝟗𝟕/𝟎𝟎𝟎𝟏-𝟎𝟓 𝐑𝐀𝐙𝐀̃𝐎 𝐒𝐎𝐂𝐈𝐀𝐋: 𝐌𝐈𝐃𝐀𝐒 𝐏𝐔𝐁𝐋𝐈𝐂𝐈𝐃𝐀𝐃𝐄 𝐄 𝐌𝐀𝐑𝐊𝐄𝐓𝐈𝐍𝐆

O secretário de Estado de Segurança Pública, coronel César Roveri, explica que os militares foram mobilizados logo após o crime, que ocorreu na terça-feira (28), no bairro Morada do Ouro, em Cuiabá.

Eles atuam, simultaneamente, em 4 frentes de trabalho, que se dividem em buscas terrestres e aéreas na área de atuação do 3º Batalhão, em Cuiabá, e em outras regiões do estado.

“O trabalho das forças de segurança só vai cessar quando o assassino do sargento Odenil Alves for localizado e preso. Essa é uma determinação do governador Mauro Mendes e um desejo de todos nós das forças policiais mato-grossenses. Estamos empenhados nessa missão”, enfatiza o secretário.

As buscas são desenvolvidas especialmente nas áreas dos comandos regionais de Cuiabá, Várzea Grande, e empregam equipes das forças especializadas das polícias Militar e Civil como Bope, Rotam, (operações aéreas), Cavalaria, GCCO e companhias de forças táticas.

As equipes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Delegacia de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derfva) e Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) chegaram à identificação de Raffael Amorim de Brito, de 28 anos, apontado como executor do assassinato do sargento Odenil Alves.

A descoberta da identidade do criminoso foi feita por meio de análises de imagens de câmeras de monitoramento e outras diligências investigativas. A motocicleta, a roupa e os calçados usados por ele no momento do crime foram apreendidos.

Raffael é reincidente em práticas criminosas. Contra ele há mandados de prisão em aberto pelos crimes praticado com extrema violência, como roubo à mão armada e extorsão mediante sequestro.

Gazeta Digital

Faça sua denúncia, envie através de nosso WhatsApp, Fotos, Vídeos. Seus dados pessoais estarão protegidos, nos termos da Lei 13.460/2017. +55 66 99982-8122.

Postagens Relacionadas